Senador apoia mudar 9º BEC Cuiabá para Sinop e que geograficamente atende melhor o Estado

0
7

O senador Wellington Fagundes (PL) defendeu, em entrevista, ao Só Notícias, a mudança da sede do 9º Batalhão de Engenharia de Construção de Cuiabá para Sinop. Ele destacou que a unidade geograficamente atenderá melhor as demandas de Mato Grosso, além de garantir a segurança do país. A mudança visa ampliar a capacidade operacional da força terrestre na área compreendida, entre o Norte do Mato Grosso e o Sudeste de Rondônia.

“Ter uma unidade do 9ª BEC em Sinop é importante para segurança de Mato Grosso e nacional. Nós temos seis unidades do Exército, mas que são distantes uma das outras. Temos uma em Cuiabá, outra em Aragarças, em Goiás que também atende Mato Grosso. Já na região do Nortão não tem nenhuma. Temos a base área do Cachimbo, que está no Pará. É muito distante. Ter uma unidade em Sinop estará estrategicamente correto. Vai ficar 500 quilômetros de Cuiabá. Geograficamente atende melhor o Estado”.

Fagundes afirmou ainda que a construção da unidade em Sinop já está aprovada no orçamento da União. “Já colocamos no orçamento deste ano e aprovado. No ano passado, coloquei uma emenda para fazer o projeto, que precisa ser readequado. Agora, já temos dotação orçamentária para a primeira etapa da obra. É um projeto muito bom para o nosso Estado”.

Conforme Só Notícias já informou, a mudança definitiva de Cuiabá para Sinop se consolidará em 2027. De acordo com a assessoria, “o Exército e o Brasil terá ganho estratégico e logístico. Uma vez que o 9º BEC é um batalhão histórico em Mato Grosso e participou da abertura e pavimentação de muitas estradas. Também terá ganho social e financeiro no município. A formação militar será levada aos jovens da região”.

A confirmação da mudança foi feita em setembro do ano passado pelo general e comandante do Departamento de Engenharia de Construção do Exército, general Júlio César de Arruda, em reunião com a ex-prefeita Rosana Martinelli (PL).

A previsão é que neste mês começam os serviços de terraplanagem e asfaltamento. O projeto está sendo reformulado e não terá mais três andares como cogitado anteriormente. A área definida é no bairro Alto da Glória (já documentada em nome do Exército), às margens da BR-163, que terá uma parte da Vila Militar, com 93 casas. A projeção inicial, com os ajustes no projeto, é investir R$ 120 milhões. A primeira etapa deve custar R$ 20 milhões

O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) é contrário a decisão do governo federal de mudar a sede do 9º BEC. Ele adiantou que pedirá “audiência com o general Júlio César Arruda, que é cuiabano e conhece nossa história. O BEC é um batalhão dos cuiabanos. Tem toda uma história, uma tradição, a ideia é que permaneça em Cuiabá e que o Exército crie uma nova unidade de engenharia em Sinop”.

Só Notícias/Cleber Romero (foto: Só Notícias/Guilherme Araújo)

Via: Só Notícias

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor, deixe seu comentário!
Por favor preencha seu nome